sexta-feira, 7 de junho de 2013

Seres Emocionais






Há pessoas que são diferentes
Elas simplesmente o são
Dotadas de uma inteligência rara
Com uma veia poética aflorada
Vêem o mundo sob um prisma de alma
Normalmente são fortes, donos de si
Com respostas firmes e prontas para tudo
Por vezes, entretanto, são incompreendidos
E se isso lhes toca fundo e aflige o emocional
Eles se perdem, se desmontam, se desarticulam
Podendo chegar ao ponto de se autodestruírem
Flertando por vezes até mesmo com o breu terminal
Bom é que possuem uma capacidade ímpar
De soerguerem-se, de recuperação
O perigo é quando estão cegos e perdem o ar
Em picos dentro da linha baixa da normalidade
São eles sobreviventes sempre
Felizes os que os compreendem
E que desfrutam de seu amor
Que se permitem por eles serem amados
E que compreendem seus conflitos
Que entendem seus silêncios
E os amam sem questionamentos
E o amor é assim...
Quando menos se merece 
É quando mais dele se precisa


Nenhum comentário:

Postar um comentário